Comida Na Venezuela Neste instante Não Sai Do Campo

Ganhando Massa Muito rapidamente Com Insuficiente Tempo Pra Treinar


Superação, garra e muita indicação foram os combustíveis do professor da Cia Athletica Pedro Jordano para conquistar a 37ª posição, 1ª da ordem de 40 a cinquenta anos, no Spartan Race. Ele é professor de judô em nossa unidade de Kansas e, apesar de ser viciado em corrida de obstáculos, essa foi a primeira vez que se dedicou a uma corrida desse nível. Depois de olhar a batalha em uma temperatura de 2 graus, na fazenda Picarquín, no Chile, ele nos mostrou como foi fazer fração da categoria Elite que está entre as mais complicados do universo.



De que forma surgiu a ideia de participar da Spartan Race? Pedro: Eu comecei minha preparação para a Spartan Race encarando como a realização de um sonho, já que ela é a guerra mais famosa do mundo para as pessoas que faz corrida de obstáculos. A ideia de destinar-se pro Chile participar veio no ano anterior. Na minha cabeça, o plano era conduzir-se para lá atrás de patrocínio e desafiar a batalha. Como era uma coisa que eu queria muito, a decisão foi meio pela loucura.


  • Opção 3: Um copo de 150mL de leite desnatado, 01 col sopa de granola, 2 torradas integrais
  • Salada de frutas com as frutas do dia
  • Torrada integral com requeijão e morangos picados
  • Fibra: 7 gramas
  • Miúdo, quando o índice glicêmico é menor ou idêntico a 55
  • A Goji Berry fortificar o sistema imunológico, visto que é rica em vitamina C e selênio,

http://www.bacalao-dorado.com/2018/02/20/reasons-why-calorie-restriction-weight-loss-fails-why-it-is-difficult-to-succeed/

A vontade era tanta que eu iria mesmo que fosse para pagar tudo do bolso. No entanto, afinal de contas, meus patrocinadores Salomon, Cia Athletica e KRVA me ajudaram a realizar esse sonho. Quando começou a prova, como estava a sua perspectiva? Pedro: Estava a um milhão! De imediato no aquecimento, começou aquele friozinho pela barriga e uma expectativa espaçoso de confrontar a prova. Uma circunstância que ocorreu lá, e que eu nunca tinha passado, foi largar com chuva.


A chuva dificulta muito, o ânimo tem que ser dobrado e a indicação muito vasto. Após a largada, logo no início, imediatamente tive que passar em uma floresta fechada com árvores cheias de espinhos. Acho que fazem de propósito por você entrar no espírito e ceder umas raladas, tipo um “acorda pra vida”.


Uns 300 metros depois tem uma montanha com um percurso de subida que não acaba nunca. No início, fui trotando, porém na hora em que cansei tive que tentar percorrer rapidamente. O custoso foi o ar muito frio. Com a respiração tem hora que seu nariz e teu peito ficam gelados além da conta.


http://www.itf-bulgaria.com/quitoplan-funciona-mesmo/

É muito cansativo. Tinha muita gente caindo e escorregando, tudo isso sem ter contratempo, só uma montanha com subida de doar temor. Foi deixe-me dizer a prova mais insana de que eu neste instante participei. Muito frio, muita chuva e muita lama. Foram mais de trinta tipos de obstáculos. Tive que transpor um rio supergelado, subir muros com cerca de 2,setenta metros, sem apoio.


Também teve lançamento de harpão e uma espécie de corrida em cima de tocos de madeira. Todo estorvo que você erra ou não consegue atravessar deve pagar penalidades. Pois, se for subir uma corda e no meio do caminho cair, precisará pagar 30 burpees como penalidade. E também ser cansativo, perdemos bastante tempo. Qual foi a maior complexidade da corrida? Pedro: Foi a subida na montanha, sem dúvida alguma. Não conta como um impedimento, contudo com certeza foi o que deu mais desgaste.Tu pode acompanhar mais detalhes sobre http://www.itf-bulgaria.com/quitoplan-funciona-mesmo/ .


Por aqui o treinamento se faz pela esteira ou em um parque que tenha subidinha, no entanto não uma montanha de meia hora de subida, com água e ar gelados. O fator externo é uma coisa muito complicada que você não tem pela academia. Eu costumo treinar com uma máscara (training mask) que simula altitude, todavia o problema não foi a altitude e sim o frio. Qual foi tua percepção ao fim da prova? Pedro: Sobre a prova especificamente, não tem o que expor. Uma prova de 3.000 pessoas, você conquistar permanecer em 37º território e 1º na sua categoria de idade (quarenta a cinquenta) é boa para quem foi com a sabedoria de simplesmente terminar a prova.



Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *